Call us toll free: +55 11 3063 2464
Top notch Multipurpose WordPress Theme!
Call us toll free: +55 11 3063 2464

Retrospectiva Relacionais: 100 Anos de Paulo Emílio

20 dez 2016 by In Notícias, Sem categoria

2016 também marcou o centenário de Paulo Emílio Sales Gomes, o fundador da Cinemateca Brasileira, além de político, escritor, crítico e professor. Para celebrar, o Instituto de Políticas Relacionais, a Cinemateca Brasileira, o CINUSP e a Imprensa Oficial montaram uma programação com mostras cinematográficas, cursos, debates e seminários que colocam o público em contato com o universo de Paulo Emílio.

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, por exemplo, dedicou todas as sessões no vão livre do Masp a obras que marcaram a produção crítica de Paulo Emílio. Entre eles os clássicos franceses O Atalante (1934), de Jean Vigo, e A Grande Ilusão (1937), de Jean Renoir; a obra-prima de Federico Fellini, Noites de Cabíria (1957); e dois importantes títulos da história do cinema brasileiro: O Batedor de Carteiras (1958), de Aluizio T. de Carvalho, e O Pagador de Promessas (1962), de Anselmo Duarte.

 

 

Outra mostra interessante foi Nossa Incompetência Criativa em Copiar que reuniu chanchadas inspiradas no cinema estrangeiro. Entre elas Nem Sansão, nem Dalila, paródia do clássico de Cecil B. DeMille, na qual Oscarito interpreta um barbeiro que viaja ao passado graças a uma peruca mágica, O homem do Sputinik, sobre a Guerra Fria com um elenco composto por Oscarito, Zezé Macedo, Jô Soares e Norma Bengell que faz uma sátira de Brigitte Bradot, além de Banana Mecânica, Bacalhau e o Exorcismo negros, inspirados nos muito sérios e renomados Laranja Mecância, Tubarão e O Exorcicta.

A programação foi encerrada com a mostra Clássicos e Raros, uma compilação de filmes “quase sempre citados e quase nunca vistos”, como colocou o curador da Cinemateca. O objetivo era resgatar e apresentar ao público títulos que ficaram afastados do público tanto por falta de materiais de exibição quanto por má condição das matrizes disponíveis e a programação forma um mosaico de nossos costumes, manifestações artísticas e história. Alguns destaques da foram A Família do Barulho, dirigido por Júlio Bressane, que foi exibido em uma nova cópia 35mm; Capitu, uma adaptação de Dom Casmurro feita por Paulo Emílio e Lygia Fagundes Telles; Cuba Novembro 1981, registro da passagem de uma comitiva de artistas brasileiros em um festival de música em Cuba por Lauro Escorel e Pagu, história de Patrícia Galvão filmada por Norma Bengell com Carla Camuratti no papel da personagem título.

 

 

E como estamos celebrando um aniversário, não podíamos deixar o ano acabar sem uma festa! Confira abaixo as fotos da Festa aberta – encerramento 100 Paulo Emílio que aconteceu sábado, 17 de dezembro.

 

About the Author:

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wig female long hair wigs curly hair, big waves fluffy, natural remy hair extensions sweet, shaved face, net cheap hair extensions red cute Korean air bangs, natural human hair wigs realistic wig set.