Notice: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE in D:\Web\Dualtec-STD\relacionais\relacionais.org.br\www\index.php on line 49  Relacionais » 2012 » maio
Call us toll free: +55 11 3063 2464
Top notch Multipurpose WordPress Theme!
Call us toll free: +55 11 3063 2464

Roda de conversa com lideranças de comunidades quilombolas e povos de matrizes africanas no Museu Afro Brasil


Roda de conversa com lideranças de comunidades quilombolas e povos de matrizes africanas no Museu Afro Brasil

 

Relato do encontro do Mais Bibliotecas Públicas


Relato do encontro do Mais Bibliotecas Públicas

No dia 24 de janeiro aconteceu o encontro do Mais Bibliotecas Públicas, promovido pelo Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas no Rio de Janeiro. Participaram 29 pessoas, representando a UNIRIO, UFF, Fundo Juntos pela Educação, Biblioteca Dom Pedro II, Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas do Rio de Janeiro e de São Paulo, funcionários do SNBP/DLLLB/FBN e o Instituto de Políticas Relacionais.

Durante o evento, foi promovido uma apresentação dialogada que permitiu uma troca de informações, que alimentou e ampliou o olhar sobre as ações desenvolvidas, enriquecendo ideias e abrindo novos horizontes de possibilidades.

Mais informações em www.snbp.culturadigital.br

1º ENCONTRO NACIONAL DA JUVENTUDE COMEÇA A SER FORMULADO


conferencia

Com o objetivo de ampliar a participação dos jovens no debate sobre políticas públicas para o setor cultural, a III Conferência Nacional de Cultura (CNC) realizou no sábado (30), em Brasília, uma oficina para iniciar a formulação do primeiro Encontro Cultural da Juventude. Em 2001, Marisa Greeb desenvolveu essa mesma abordagem de articulação para elaborar um diagnóstico de gestão para a Prefeitura de São Paulo. O trabalho envolveu cerca de 10 mil paulistanos, com a realização de 153 oficinas simultâneas. A sociopsicodramista coordena esse tipo de mobilização desde o início da década de 1970.

LANÇADO ACERVO COM MAIS DE 900 MIL PÁGINAS DIGITALIZADAS DE PROCESSOS DA DITADURA MILITAR


Ato de Lançamento do Brasil Nunca Mais Digital, o projeto garante acesso a todo material colhido no início dos anos 80 pela Arquidiocese de São Paulo e pelo Conselho Mundial de Igrejas, o qual revelou torturas por agentes públicos durante a ditadura. A digitalização e divulgação do acervo do BNM objetiva preservar esse patrimônio histórico nacional, ampliar o acesso ao material de pesquisa e revelar a história de concepção e desenvolvimento dessa iniciativa social. O trabalho foi iniciado em 14 de junho de 2011, quando o Ministério Público Federal repatriou do “Center for Research Libraries” (CRL), nos EUA, os microfilmes de segurança que continham cópia de todos os processos judiciais reproduzidos pelo BNM e o Procurador-Geral da República recebeu do Secretário Geral do Conselho Mundial de Igrejas os arquivos daquela entidade sobre o projeto. http://bnmdigital.mpf.mp.br

Eventos por todo o país reforçam luta pelo resgate da verdade histórica


relecionaisSeminários, debates, filmes, lançamentos de livros e exposições celebram compromisso com a defesa dos direitos humanos e respeito à memória política brasileira na Semana Nacional de Memória e Direitos Humanos

A Semana Nacional de Memória e Direitos Humanos, convocada pelo Núcleo de Preservação de Memória Política no final de fevereiro, já conta com a adesão de 40 eventos.
Nesta segunda, 1 de abril, o Arquivo Público do Estado de São Paulo (APESP) promove o seminário “Arquivos da repressão e o acesso público na era digital”, que marcará o lançamento, na Internet, de cerca de 1 milhão de documentos do Deops/SP.

Leia mais…

Pontos de Leitura Ancestralidade Africana no Brasil


Projeto piloto realizado em parceria entre a Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural do MinC (SCDC/MinC) e Secretaria de Políticas de Promoção de Igualdade Racial (SEPPIR).

Tem por objetivo apoiar e estimular iniciativas culturais, já em andamento, voltadas para a promoção, preservação e divulgação da história e cultura africana e afro-brasileira.

O projeto prevê a instalação de 10 pontos de leitura em comunidades tradicionais de matriz africana, o registro da memória destas comunidades e a constituição de uma rede nacional de pontos de leitura sobre a temática africana no país.

Novo site facilita adesão à Semana Nacional de Memória e Direitos Humanos


O Núcleo de Preservação da Memória Política lançou nesta terça, 26 de fevereiro, a página da Semana Nacional de Memória e Direitos Humanos, que acontecerá de 1º a 6 de abril em todo o Brasil.
A Semana Nacional de Memória e Direitos Humanos (SNMDH) é um espaço de articulação das entidades que lutam pela defesa dos Direitos Humanos e pelo direito à Memória. Organizações da sociedade civil, universidades, parlamentares e comissões dos legislativos, teatros e espaços culturais realizarão eventos próprios, de maneira descentralizada, em todo o país.
O site pode ser acessado no endereço http://semanadh.nucleomemoria.org.br, ou através do site do Núcleo de Preservação da Memória Política: www.nucleomemoria.org.br.

Leia mais…

Ministra da Cultura Marta Suplicy participa da abertura do RioContentMarket


Abertura do evento na noite desta terça-feira (19) contou também com a presença de Manoel Rangel, diretor-presidente da ANCINE

Na noite desta terça-feira (19), a ministra Marta Suplicy participou da abertura do RioContentMarket, evento que movimenta o setor Audiovisual no Brasil.

Em sua fala, a ministra Marta Suplicy elogiou o evento, ressaltou o momento em que vive o Brasil e a importância do audiovisual para o país: “estou muito feliz em estar aqui hoje por tudo o que vem acontecendo. Esse é o momento certo. O Brasil está com o mercado interno crescente, e externamente, mais forte do que jamais estivemos. O que me encanta em eventos como este é que tenho a clara percepção de que um país é feito por várias qualidades, dentre elas o Soft Power, e nada melhor para criar a imagem de uma país do que o audiovisual. Se podemos acontecer no futebol, na praia e em todas as lindezas que temos, o audiovisual tem uma capacidade de inserção muito mais forte do que qualquer outro instrumento que a gente possa pensar.”

Leia mais…

Curso ONG Brasil


Octagon polygon replica watches shop dial design, unlike the traditional replica watches watch shape, wearing a watch can rolex replica also wear their watches uk own personality.